Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Ó Mãe, Aquele Moço Bateu-me!

 

Nunca esperei passar por uma situação destas. E nem esperava que ele me tratasse assim!

 

Tudo se passou na casa de banho. Antes da hora de almoço. Necessitei de ir à casa de banho lavar as mãos mas o lavatório estava ocupado. Tive que esperar um pouco até que o N. saísse de lá. Como nunca mais se despachava, resolvi fazer-lhe uns carinhos, expressar o meu amor por ele…

 

Comecei a dar-lhe beijinhos e a fazer-lhe festinhas. E é claro que também aproveitei para lhe fazer umas cócegas nas suas zonas críticas, que não vou revelar aqui para que ninguém descubra os seus pontos fracos.

O que eu fui fazer!!! O N. enfureceu-se, ficou com ar de doido, e depois pegou numa toalha e… desatou a bater-me!

 

Viu-se mesmo que ele estava a adorar aquela briga. Como eu não me deixo ficar atrás, agarrei numa luva de banho e vá de lhe dar com ela por onde o apanhava… Foi uma luta e pêras! Ora dava uma, ora levava outra, mas não dei a mão à palmatória!

Acabámos os dois a rir como se fôssemos das crianças e depois fomos almoçar.